Portugal, quando começas a jogar? Rui Miguel Tovar

Portugal, quando começas a jogar? Rui Miguel Tovar
Spotify
Apple Podcasts
Whatsapp
Facebook
Twitter
LinkedIn
Email
RSS
Ouvir no telemóvel

Ser adepto não é fácil.

Seguramente ser jogador de alta competição parece ser ainda mais difícil.

A linguagem dos corpos em movimento é muitas vezes mais honesta que as respostas nas conferências de imprensa.

Seja no mais belo dos movimento, seja no esgotamento desenhado nas caras dos jogadores ao minuto 120.

O selecionador e treinador de Portugal Roberto Martinez parece ser um bom comunicador. Mas o que diz parece não ligar com a realidade. O que me causa estranheza.

Martinez é claramente um bom comunicador na forma. Mas depois há o conteúdo.

Às perguntas difíceis responde desconversando.

É o modo “pergunta-me o que quiseres, respondo o que me apetecer.”

A forma é sempre imaculada. O discurso todavia parece plástico.

As respostas são sempre de um optimismo extremo.

O jogo foi sempre magnifico. Os atletas insuperáveis e Ronaldo o maior de sempre e em todos os jogos.

E o raio da estatística, fria e calculista, insiste em contrariar o optimismo da fórmula de comunicação do treinador.

É uma boa lição para todos os comunicadores, Ou como não fazer. A boa estética de comunicação não basta. As mensagens tem que ter suporte na realidade. Só assim emprestam credibilidade ao discurso.

A menos que as teorias da pós-verdade tenham contaminado o futebol.

Ou será que o futebol de alta competição é o precursor dessa forma de ver o mundo.

Afinal no futebol o que hoje é verdade, amanha é mentira.

Mas não há só comunicação menos real.

Há excelentes surpresas também.

Jogadores como Vitinha, Palhinha, Bruno Fernandes ou Bernardo Silva falam a linguagem das pessoas reais. Explicam o que fizeram, o que sentem, os sonhos e as dores. Sem fingimentos, olhando nos olhos.

Vi o mesmo em Diogo Costa.

As palavras da sua fala pública ligam-se bem sua soberba prestação em campo.

4 defesas, 3 na ronda de penaltis que apurou Portugal para a próxima ronda do europeu.

Em busca de aprender um pouco mais sobre o fenómeno do futebol fui ouvir Rui Miguel Tovar. Jornalista, comentador e historiador do melhor desporto do mundo.


TÓPICOS & TEMAS

Inicio (00:00:00)

A importância da linguagem corporal (00:00:12)
Discussão sobre a comunicação no futebol, destacando a linguagem corporal dos jogadores e treinadores.

A comunicação do treinador Roberto Martínez (00:01:32)
Análise da comunicação do treinador, abordando a estética e o conteúdo de suas mensagens.

A surpreendente atuação do goleiro Diogo Costa (00:02:41)
Destaque para a atuação surpreendente do goleiro Diogo Costa e sua comunicação autêntica.

A dinâmica do jogo entre Portugal e Eslovénia (00:03:38)
Discussão sobre a dinâmica do jogo, incluindo momentos de tensão e reviravoltas.

O desenvolvimento de Rui Patrício (00:13:40)
Discussão sobre a evolução do jogador nas mãos do treinador Paulo Bento e seu papel como herói no Euro 2016.

Diogo Costa e suas características (00:14:11)
Análise das habilidades e atuação do goleiro Diogo Costa, incluindo sua capacidade de sair aos cruzamentos e habilidades com os pés.

O futuro de Diogo Costa (00:15:30)
Questionamentos sobre a permanência do goleiro em Portugal e seu potencial para jogar em clubes europeus de alta categoria.

Desempenho dos treinadores portugueses (00:16:25)
Reflexão sobre a presença de treinadores portugueses em competições de alto nível, como a Liga dos Campeões, e suas conquistas.

Análise das defesas de Diogo Costa (00:18:27)
Discussão sobre as defesas do goleiro nos penáltis, destacando sua técnica e habilidade.

Estratégias de batedores de penáltis (00:20:19)
Análise das declarações de Bruno Fernandes e Diogo Costa sobre as estratégias e intuições utilizadas na marcação e defesa de penáltis.

Marcadores canhotos de penáltis (00:22:53)
Exploração da tendência de destros marcarem mais penáltis, com exemplos de jogadores canhotos que marcaram ou não marcaram penáltis.

Influência de Cristiano Ronaldo e sua mentalidade (00:24:25)
Reflexão sobre a influência de Cristiano Ronaldo, sua liderança e mentalidade no contexto da seleção portuguesa.

Desempenho de Cristiano Ronaldo (00:26:13)
Discussão sobre o desempenho de Cristiano Ronaldo e sua titularidade na seleção portuguesa, considerando seu histórico e contribuição para a equipe.

00:27:13 – Análise tática e posicionamento em campo
Discussão sobre a tática de jogo, posicionamento dos jogadores e críticas ao esquema tático da equipe.

00:29:29 – Desempenho das seleções
Comparação do desempenho das seleções de futebol, destacando a sincronização da equipe e a atuação da Espanha.

00:32:15 – Falta de dinamismo e movimentação
Análise sobre a falta de movimentação e dinamismo da equipe portuguesa durante as partidas.

00:35:31 – Expectativas para o próximo jogo
Discussão sobre as expectativas e desafios para o próximo jogo da seleção portuguesa.

00:38:33 – Análise crítica do discurso do treinador
Crítica ao discurso do treinador e sua abordagem após os jogos, questionando a comunicação e as expectativas transmitidas.

O jogo com a Eslovénia (00:40:33)
Discussão sobre a atuação e desempenho do jogo entre Portugal e Eslovénia.

Comunicação dos jogadores (00:44:26)
Análise da comunicação dos jogadores nas conferências de imprensa e nas zonas mistas.

A falta de acesso à informação (00:47:08)
Reflexão sobre a falta de acesso dos jornalistas à informação sobre o que acontece dentro da equipe.

Experiências de entrevistas (00:49:11)
Experiências do locutor ao entrevistar treinadores e jogadores de futebol em diferentes contextos.

Importância da comunicação dos jogadores (00:51:26)
Discussão sobre a importância da comunicação dos jogadores para se aproximarem do público e transmitirem mensagens claras.

Entrevista com Casillas (00:52:46)
Rui Miguel Tovar compartilha detalhes de uma entrevista com Casillas durante a Copa do Mundo de 2010.

Previsões para a Euro 2020 (00:53:45)
Discussão sobre as apostas para a Euro 2020 e a análise das equipes favoritas.

Portugal na Euro 2016 (00:54:36)
Reflexões sobre a participação de Portugal na Euro 2016, destacando jogadores e desempenho da equipe.

Expectativas para o jogo (00:55:52)
Análise das expectativas para o jogo e a capacidade de Portugal de complicar a vida dos oponentes.

Final da Euro 2016 (00:56:25)
Recordações e análise da final da Euro 2016, incluindo a atuação de Rui Patrício e Cristiano Ronaldo.

Vitória de Portugal na Euro 2016 (00:58:00)
Reflexões sobre a vitória de Portugal na Euro 2016 e a importância da equipe como um todo.

Superstição antes do jogo (00:58:18)
Conversa sobre possíveis rotinas ou superstições antes dos jogos.

Magia do futebol (00:58:56)
Reflexões sobre a imprevisibilidade e a magia do futebol, destacando a influência do acaso e do desempenho individual.


LER A TRANSCRIÇÃO DO EPISÓDIO

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *