Miguel Crespo

Miguel Crespo

Sempre me fascinou a razão porque correm mais depressa as histórias falsas do que os factos comprovados pela ciência nas redes sociais.
O porque na aldeia o rumor e o boato do vizinho do lado se propaga como um vírus entre a comunidade.
Na conversa deste episódio exploramos tudo isto com o investigador e professor de jornalismo digital Miguel Crespo.
Oportunidade para saber com se batizaram as notícias falsas como “fake news” e a que ferramentas e dicas – fáceis de aplicar na hora – podemos recorrer para provar que a mentira tem perna curta.

Partilhar:

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.