Como fotografar o momento certo? João Porfírio

Como fotografar o momento certo? João Porfírio
Spotify
Apple Podcasts
Whatsapp
Facebook
Twitter
LinkedIn
Email
RSS
Ouvir no telemóvel

Tirar uma fotografia para documentar um momento importante da vida é uma experiência que todos temos.

Antigamente apenas fazíamos fotografias de momentos mesmo muito importantes.

Como um casamento ou baptizado, como o baile debutante ou o militar fardado em idade de ir à tropa.

Era momentos raros. Tinham rituais próprios, que incluíam ir ao fotógrafo ou retratista profissional, vestir as melhores roupas e fazer os melhores penteados.

Era o tempo das fotografias analógicas. De chapa ou de rolo de película.

Tinham de ser reveladas antes de as vermos.

Hoje vivemos o tempo click digital. Rápido, preciso, visto logo que feita a foto.

Pronta para enviar, por mensagem ou rede social.

Mas há algo que não mudou. Mudaram os equipamentos e as tecnologias, mas a filosofia do fotojornalismo e a sua essência não mudou.

É estar no sítio certo, à hora certa, e fotografar, como testemunha, um acontecimento relevante para as nossas vidas.

Este programa é sobre essa arte do retrato da actualidade.

Da política à guerra, da intimidade da imagem pessoal aos grandes movimentos que nos interpelam.


Tópicos de conversa:

00:00:00 (00:00) Início

Eleição do Presidente da Assembleia da República 00:04:38 (04:38) João Porfírio fala sobre a eleição do presidente da Assembleia da República e a cobertura fotográfica do evento.

Relação com Aguiar-Branco 00:06:42 (06:42) João Porfírio discute sua interação com Aguiar-Branco e a abordagem fotográfica durante a eleição.

 Expressões e Emoções 00:08:51 (08:51) João Porfírio fala sobre a busca por expressões faciais e corporais durante eventos políticos e eleições.

00:11:31 Técnica Fotográfica (11:31) João Porfírio explica sua abordagem à escolha de ângulos e posicionamento para capturar as melhores imagens durante eventos políticos.

 Narrativa Fotográfica 00:13:53 (13:53) João Porfírio discute a importância de capturar a perspectiva fidedigna das emoções dos políticos durante eventos políticos.

A sorte do fotógrafo (00:13:56) João Porfírio fala sobre um momento inesperado durante a cobertura de um evento político.

A presença de seguranças (00:16:35) Discussão sobre a presença de seguranças em eventos políticos e a influência na fotografia.

A imagem pública de Pedro Nuno Santos (00:18:17) João Porfírio comenta sobre a imagem pública e a personalidade do político Pedro Nuno Santos.

A imagem do Presidente Marcelo Rebelo de Sousa (00:19:36) Análise da relação do Presidente Marcelo Rebelo de Sousa com o público e a fotografia.

Neutralidade do fotógrafo (00:21:49) Discussão sobre a neutralidade emocional do fotógrafo em diferentes contextos de cobertura.

Fotografando a emoção (00:23:42) João Porfírio fala sobre a abordagem para capturar emoções em suas fotografias.

A guerra da Ucrânia (00:24:48) João Porfírio compartilha a sua experiência inesperada durante a cobertura da guerra na Ucrânia.

Preparação para a Ucrânia (00:25:13) João Porfírio fala sobre a decisão de ir para a Ucrânia antes da invasão e a urgência em chegar lá.

Entrando na Ucrânia (00:25:50) João Porfírio descreve a sua chegada à Ucrânia e a importância jornalística de entrar no país naquele dia.

Contratação de um Fixer (00:27:53) João Porfírio explica o processo de recrutamento de um fixer e os custos envolvidos na cobertura de guerra.

Vantagens de ser Português na Ucrânia (00:31:43) João Porfírio destaca as vantagens de ser português na Ucrânia e a empatia das pessoas em relação a Portugal.

Impacto da Guerra em Kiev (00:34:22) João Porfírio descreve a sensação de guerra em Kiev e as restrições impostas durante o recolher obrigatório.

Medo em Kiev (00:36:25) João Porfírio fala sobre o seu medo em Kiev e a sensação de segurança em comparação com outras regiões.

Edição e Omissão (00:38:51) Discussão sobre a seleção e edição de fotos em zonas de conflito, equilibrando informação e dignidade humana.

Crise de Refugiados (00:43:16) Comparação entre a crise de refugiados na Europa e a situação dos refugiados em zonas de guerra.

Realidade nos EUA (00:46:42) A percepção da realidade nos EUA e a tensão racial e política na América profunda.

Violência Policial (00:48:25) Descrição de um evento de violência policial nos EUA, resultando em tensões e confrontos.

Acesso a candidatos políticos (00:49:21) Discussão sobre o acesso e a distância física ao fotografar candidatos políticos em comparação com Joe Biden.

Segurança de candidatos (00:49:32) Comparação da segurança de Joe Biden e Donald Trump, incluindo o acesso a aeronaves e carros blindados.

Definição de uma grande fotografia (00:50:42) João Porfírio discute o que para ele constitui uma grande fotografia e a sua abordagem jornalística à fotografia.


João Porfírio é fotojornalista.

Um dos mais premiados jovens fotojornalistas portugueses.

Diz sentir-se mais jornalista que fotografo.

Mas é recorrendo a uma câmara fotográfica que documenta o nosso mundo.

Esta conversa é sobre fotografias de momentos que mudam o nosso mundo.

O pretexto inicial foi o trabalho que fez recentemente na cobertura da última campanha eleitoral. A maneira como fotografou políticos e povo numa osmose repetida nestes momentos de apelo ao voto.

Os comícios, as arruadas, os discursos inflamados, as palmas ou os protestos de ocasião. Os momentos de coreografia ensaiada ou da surpresa absoluta, com o do caso da tinta que ativistas pelo clima, despejaram na cabeça do candidato e agora primeiro-ministro Luís Montenegro.

As fotos documentem e contam uma história muito própria do momento da vida.

Talvez o momento em que mais se sinta essa suspensão do momento da vida é nas grandes crises: com as guerras ou os momentos dos refugiados.

João Porfírio fotografou ambos os cenários.

Os migrantes que fogem da guerra ou da pobreza e chegam à Europa rica, mas de muros altos.

E o do regresso da guerra à Europa, na Ucrânia, com fotos que se tiram, mas não se podem mostrar, tal é sua violência.

Ele cobriu as campanhas eleitorais nos Estados Unidos, com Trump e Biden na corrida, tal como a de Bolsonaro no Brasil.

Nos últimos dias combinamos gravar esta conversa por duas vezes. Mas a actualidade, sempre a actualidade mudou-nos os planos.

Ele estava escalado para fotografar o dia 1 do novo parlamento.

Com a eleição do novo Presidente da Assembleia da República.

Um acto habitualmente sem sobressaltos, mas que acabou por se arrastar por 30 horas.

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *