Miguel Prata Roque | Como se faz a Lei da Liberdade?

Hoje o tema do programa é a Liberdade.
A liberdade filmada. A liberdade vista e pensada por máquinas ditas inteligentes.
O Pergunta Simples  é sobre comunicar sobre a nossa forma de ser humano. Sobre o ar que se respira.
Sobre namorar num banco de jardim sem ser visto por alguém com uma câmara autorizada a filmar potenciais criminosos.

A expressão “Sorria, está a ser filmado” sempre me causou arrepios.
Tenta usar o fino gume da faca do humor para anunciar que a minha imagem é agora de alguém, e a minha liberdade individual reduziu-se.

Nas últimas semanas a imprensa dá eco a um novo conjunto de leis que vai permitir mais câmaras, mais filmagens, mais observações em espaço público.

Por exemplo, permitindo às polícias usar e ver as imagens das câmaras de vigilância não só públicas mas também privadas.

Recorrendo à inteligência artificial. E recolha de dados biométricos.

E a minha bolha da intimidade e liberdade de ser e estar ficou de súbito mais pequena.

Nestes tempos em que a cada ameaça, real ou comunicada com especial intensidade, tem como consequência uma nova regra é difícil perceber o que está a acontecer-nos a todos.

Esta é uma conversa sobre a Liberdade. E como os cidadãos entendem as leis e as regras.

José Gameiro | Como se ouvem as mentes?

Todos os dias ouve pessoas que sofrem.
Pessoas que lhe entram no consultório com pedidos de ajuda.
Com demandas para ser guia de um certo regresso à felicidade.
Ou pelo menos a alguma harmonia.
José Gameiro é médico psiquiatra e sonhou-se como médico daqueles que salva o doente contra o relógio.
Seria um Doctor House ou um enviado especial do INEM para ressuscitar um sobrevivente impossível?
A ideia romântica do que somos ou queremos ser persegue-nos sempre. E o choque com a realidade acorda-nos.

Esta conversa esteve aprazada para antes das férias, mas ainda bem que aconteceu agora.
Deu tempo para respirar.
Simbolicamente esta é a semana em que caem as máscaras das nossas caras, enquanto nos mostramos aos outros na rua.

No jogo das máscaras que todos jogamos uns com os outros há terrenos férteis para imaginários, felicidades e dores.

As famílias e em particular os casamentos têm bíblias de amores e caneladas.
Quando algo corre mal, por crise ou rotina, é a pessoas como José Gameiro que recorremos em busca de uma bússola e de um mapa.

A maioria de nós lida mal com a incerteza. E a vida é incerta por natureza.
José Gameiro acreditou que a pandemia seria transitória e com poucas nódoas negras na nossa alma. Hoje pensa diferente.

E eu quis saber se este período de tréguas a que chamamos férias – para os que puderam – ajudou a equilibrar o nosso mundo interior.

Anabela Mota Ribeiro | Como se faz uma boa pergunta?

A ideia de fazer este podcast foi sempre a falar sobre o dilema da comunicação.

Comunicar é um acto fracamente democrático. Todos podemos fazê-lo.

Mas comunicar é, em simultâneo, um ato de simplicidade e de complexidade extrema. E eu sempre adorei os paradoxos da vida.

A escolha dos vários convidados que aceitaram criar diálogos comigo, teve um critério principal: a existência de uma curiosidade iniciática, um tema, afirmação ou interrogação que fosse detonador para uma vontade de querer saber.

Claro que depois se misturou a subjetividade individual, a maneira de comunicar e aquilo que todos podemos fazer uns com os outros: aprender.

Por isso fui à procura de inspiradores, criadores, líderes, visionários ou simplesmente crentes na alma humana.

Se conseguiram ouvir algo disto no Pergunta Simples então a sua missão está cumprida.

Escolhi Anabela Mota Ribeiro criar a edição de hoje.

A Anabela é jornalista, tem centenas de entrevistas nos currículo e uma curiosidade insaciável.

Coincidimos na telefonia.

Na rádio pública algures entre 2008 e 2010.

Ela correspondente em Londres.

Mas já a tinha descoberto muito antes do que isso.

Ao ler aquelas entrevistas lentas escritas em revistas ou jornais de fim-de-semana a pessoas cheias de coisas para contar.

Muitas dessas entrevistas estão no site dela https://anabelamotaribeiro.pt/ e podem ser descobertas ou relidas.

Mas esta conversa é principalmente sobre uma única coisa: a arte de perguntar.

Como se fazem boas perguntas?

O que é uma grande pergunta?

Foto de Estelle Valente

Never miss a post!

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Sed iaculis vel tellus ut lacinia sed elit ante egestas ac maximus in.

Thanks for subscribing!