A guerra é inevitável? Arnaut Moreira

A guerra é inevitável? Arnaut Moreira
Spotify
Apple Podcasts
Google Podcasts
Whatsapp
Facebook
Twitter
LinkedIn
Email
RSS
Ouvir no telemóvel

O mundo está perigoso. E quanto menos dialogamos, mais risco corremos de fazer a guerra.

Será uma inviabilidade da natureza humana?

Ou um dos últimos traços da nossa forma animal e territorial de reagir?

Este episódio é sobre as tensões e confrontos, latentes e reais, entre países e visões do mundo.

A guerra começo há quase dois anos.

A guerra começou há mais de 100 dias.

A guerra começou esta semana.

A guerra pode começar amanhã, outra vez.

Todas estas guerras estão em curso.


TÓPICOS / CAPÍTULOS

O início da carreira militar (00:02:55)
O orador fala sobre a sua transição para a academia militar devido ao fechamento das fábricas têxteis após a Revolução de Abril.

A importância das regras na academia militar (00:04:16)
Discussão sobre a importância das regras e da convivência pacífica na academia militar.

A transição da família para a comunidade (00:06:58)
Reflexão sobre a evolução da família para a comunidade e, posteriormente, para as nações.

A evolução das nações para os estados (00:08:55)
Abordagem sobre a transição das nações para os estados e a necessidade de leis escritas.

Religião e nação (00:11:25)
Exploração da relação entre religião e nação, e a transição para estados laicos.

A inevitabilidade da guerra (00:13:06)
Discussão sobre a ambição, a visão do futuro e a inevitabilidade dos conflitos que levam à guerra.

O caminho para a guerra (00:15:56)
Reflexão sobre as aspirações incompatíveis que levam a conflitos e a possibilidade de negociação.

A guerra como última solução (00:18:25)
Exploração da guerra como a última solução após crises e conflitos, e a expressão coletiva de vontade.

A dinâmica do poder internacional (00:19:20)
Discussão sobre a dinâmica do poder e a preparação da sociedade internacional para possíveis conflitos.

Gestão de Crise (00:19:27)
Discussão sobre a mecânica de provocar uma crise internacional e a gestão dessa crise.

Religião e Civilização (00:24:45)
Reflexão sobre os valores judaico-cristãos e a influência da religião na construção civilizacional.

Conflito na Ucrânia (00:29:50)
Análise da dinâmica do conflito entre a Ucrânia e a Rússia, e a influência de valores civilizacionais.

Dinâmica Nuclear (00:33:13)
Exploração das regras e práticas relacionadas ao uso de armas nucleares em conflitos internacionais.

A doutrina das armas nucleares táticas (00:37:04)
Discussão sobre a ambiguidade e a utilização potencial das armas nucleares táticas por Putin.

O efeito da ambiguidade (00:38:22)
Análise do efeito da ambiguidade na estratégia de guerra e nas negociações geopolíticas.

A influência da tecnologia na guerra (00:41:17)
Impacto da tecnologia, especialmente dos drones, na observação e planeamento das operações de guerra.

As estratégias de guerra e a importância de Mariinka (00:47:51)
Explicação sobre a importância estratégica de Mariinka e seu papel na guerra no Donbass.

A situação atual e possíveis negociações (00:53:48)
Reflexão sobre a situação atual do conflito e possíveis negociações para encerrar a guerra.

A presença ucraniana na região de Odessa (00:54:47)
Discussão sobre a importância da presença militar ucraniana na região de Odessa para garantir acessos marítimos.

A ausência de mediadores credíveis (00:55:24)
Reflexão sobre a falta de mediadores credíveis na guerra em Gaza e na Ucrânia.

Interesses da China na guerra da Ucrânia (00:55:56)
Análise dos interesses da China na guerra da Ucrânia e a sua postura em relação à vitória ocidental.

Consequências da guerra da Ucrânia para a China (00:56:16)
Exploração das possíveis consequências da guerra da Ucrânia para a China e a suas aspirações sobre o domínio do mar da China.

Intimidação naval e envolvimento da China (00:58:39)
Discussão sobre a intimidação naval e o envolvimento discreto da China no conflito da Ucrânia.

A cautela da China (01:00:06)
Análise da postura cautelosa da China no conflito da Ucrânia e a sua aversão a ficar do lado dos perdedores.

Aumento de conflitos mundiais (01:01:04)
Reflexão sobre o aumento de conflitos mundiais, incluindo a guerra civil no Sudão e a situação nos Balcãs.

Valorização do instrumento militar (01:02:57)
Análise da valorização do instrumento militar como solução para conflitos e a confrontação dos interesses ocidentais.

Reequilíbrio de poder e injustiças (01:04:03)
Discussão sobre o reequilíbrio de poder global e injustiças na avaliação das relações entre o ocidente e a Ásia.

Transferência de conhecimento e poder para a Ásia (01:05:53)
Reflexão sobre a transferência de conhecimento e poder para a Ásia pelo ocidente, impactando a assertividade da região.

Possibilidade de conflito entre EUA e China (01:06:53)
Análise da possibilidade de um conflito quente armado entre os EUA e a China, com foco nas aspirações sobre Taiwan.


A guerra da Rússia e da Ucrânia, que começou a 24 de fevereiro de 2022 quando as forças armadas russas entraram em território ucraniano.

Aquilo a que chamaram operação especial.

Mais perto no tempo a guerra entre Israel e o grupo Hamas, na faixa de Gaza. Começou há 100 dias.

Masi abaixo no Mar Vermelho, outro conflito. Entre os Houthis no Iémen, que ameaça à navegação de navios cargueiros do circuito mundial logístico, com a resposta por parte dos Estados Unidos e o Reino Unido.

E outro conflito, latente ou real.

Seguramente económico e diplomático.

Arriscaria dizer geoestratégico.

O medir forças entre os Estados Unidos e a China, o braço de ferro entre a potência incumbente e a potência emergente.

O nome do meio será talvez Taiwan, mas o que está em causa é a liderança estratégica do mundo nos próximos anos.

E tudo corre num planeta que se esgota em recursos, que aquece como nunca que tem cada vez mais gente para alimentar.

Logo agora que se anunciou o advento da dita inteligência artificial e a desinformação é já considera uma das grandes ameaças mundiais.

Para tentar compreender as incertezas do mundo e perceber se as guerras continuarão a ser inevitáveis, socorro-me do Major-General Arnaut Moreira, autor do livro “O Domínio do Poder”.

Um retrato do tabuleiro geoestratégico do mundo e uma explicação da causa das coisas.

Explicações que vai partilhando com todos nós, como comentador na televisão CNN.

Sou nesta edição guiado pela voz de alguém que poderia ser tranquilamente um empresário e que acabou por seguir uma carreira militar.

LER A TRANSCRIÇÃO DO EPISÓDIO

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *